segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Uma Música Para as Quatro Letras do Teu Nome

Muitas vezes não sei o que quero mas eu sei que guardo sim o teu lugar bem dentro de mim. E você certamente desconhece esta história, não sabe que eu ajo com este impulso calado e com a esperança de que um dia você apareça, você volte para o lugar em que nunca esteve mas que eu guardei dentro de mim, com teu nome. Talvez um dia você sinta que existe um lugar, um lugar com somente teu nome riscado dentro de mim. 

Eu queria muito te dizer o quanto, o quanto penso em você de repente, o quanto penso em você sem motivo, em um instante qualquer do dia, eu penso em você  sem grandes atribulações e sem tristeza alguma. Espero naturalmente. Lembro de você nesta tarde de feriado. Talvez um dia você sinta aquela falta, o desejo de estar em algum lugar sem saber exatamente qual, o lugar onde você gostaria de estar e não sabe o caminho, e por nada saber sobre o que eu sinto, talvez um dia você tenha esta saudade estranha, a saudade daquilo que já é teu.

Quem sabe uma hora destas eu possa te contar, sem planejamento e sem anseios, sem esperar respostas, quem sabe na madrugada perdida de um botequim eu possa te contar que guardei marcado com teu nome - um lugar - o teu lugar dentro de mim.
E como quem já soubesse deste refúgio, onde coloquei as poucas letras do teu nome, e como se já intuísse que provocou um pouco de amor com o teu jeito de quem não sabe direito mas sabe rir-se, rir de si mesmo, você virá para tomar conta do que é teu.

E se acaso eu te contar toda esta confusão afetuosa e doida, a tua surpresa será como a de um menino, teu susto será alegre e sem atropelos como quem já adivinha ter um certo talento, um poder, como quem já pressente a certeza de um destino. A tua surpresa será o descobrimento de quem já sabe mas não quer acreditar - que um dia ao acaso de uma quinta-feira eu escrevi as letras do teu nome dentro de mim.


Ah, este silêncio no teu olho e no meu, eu que amo o silêncio.

Eu queria mesmo era fazer uma música com as quatro letras do teu nome mas talvez, ao ler este texto breve e confuso, entenda que ele é sim, todo teu também.